Camargo Corrêa testa caminhão de última geração em Jirau

Veículo usa combustível que emite menos poluentes

A Construtora Camargo Corrêa fechou contrato com a Scania para testar, em primeira mão, um moderno caminhão na área de terraplanagem com tecnologia Euro V (norma europeia que prevê uma diminuição significativa nos níveis de emissões de gases para veículos pesados), caixa de câmbio automática e caçamba de 20m³.
Batizado de Frederiko, a máquina tem como diferencial uma tecnologia que reduz boa parte dos poluentes emitidos pelos veículos a diesel, e ficará à disposição da Construtora até 2014, na Usina Hidrelétrica Jirau, em Porto Velho, RO.
A parceria traz uma boa oportunidade para a empresa perceber como funciona um caminhão que atende a legislação P7 - em vigor desde janeiro de 2012 - que prevê diminuição significativa na emissão de gases por veículos pesados. "O acordo visa testar a performance do veículo em campo. Nesse período vamos conhecer melhor as condições técnicas e a utilização do combustível especial (Diesel S-10) e o aditivo que todos os novos caminhões com esta tecnologia devem utilizar para atender a nova legislação. Com isso, temos em mãos informações que irão refletir em próximas compras", afirma Carlos Maximiliano de Souza, gerente Corporativo de Suprimentos da Construtora Camargo Corrêa.
O aditivo especial ao qual Maximiliano de Souza se refere é o ARLA 32, um Agente Redutor de Líquido Automotivo, que usado junto com o diesel, emite menos poluentes no ar.

 


15/04/2013
Compartilhar