Projeto na Venezuela promove estudos para desenvolvimento socioprodutivo local

O Projeto de Saneamento e Desenvolvimento Integral (PSDI) Miranda, na Venezuela, acaba de concluir, em parceria com a empresa Ansar, um trabalho de conhecimento e cadastro de produtores rurais nas áreas do rio Tuy, tendo como objetivo selecionar àqueles que farão parte do programa de desenvolvimento das cadeias produtivas de cacau e leite, dois dos principais produtos com alto potencial de produção e comercialização na região. Cerca de 110 produtores foram inicialmente identificados. Esta etapa é de fundamental importância para garantir uma adequada inserção de produtores rurais em programas de geração de renda apoiados em desenvolvimento de cadeias produtivas agropecuárias.

Além de programas socioprodutivos para o desenvolvimento agropecuário, o projeto executado pela Camargo Corrêa na região contempla obras de controle de erosão, inundação e de saneamento para o Rio Tuy, além de projetos viários de transporte massivo, habitacionais e de desenvolvimento de infraestrutura social, dentro de uma perspectiva integrada, visando ao desenvolvimento total.

Como parte da atividade, foram realizadas visitas às fazendas dos produtores locais para coleta de dados e aplicação de uma pesquisa focada em reunir informações sociais, econômicas e produtivas. “Toda informação coletada será analisada por especialistas para selecionar os produtores mais preparados e incluí-los na cadeia produtiva agrícola”, conclui Lismary Soto, da equipe de Desenvolvimento Social.

Dentro da visão de desenvolvimento de cadeia produtiva, Lismary acrescenta que, para o caso do leite, o programa a ser desenvolvido com os produtores promoverá o abastecimento da Usina Lácteos Yare, em San Francisco de Yare, onde ocorrerá a pasteurização do leite e comercialização. Já no caso do cacau, a matéria-prima dos produtores irá para a Usina já existente Oderi, empresa localizada na região do baixo Tuy, que produz chocolate e que atualmente adquire apenas cerca de 20% de sua matéria-prima de produtores locais.


29/04/2014
Compartilhar